Mundo

now browsing by category

 

Lula da Silva diz que está disposto a ser um candidato depois da condenação

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, condenado a nove anos e meio de prisão por corrupção e lavagem de dinheiro, disse que está disposto a ser candidato à presidência pelo Partido dos Trabalhadores (PT) antes das eleições gerais de 2018.

“Quero dizer o meu partido que até agora não tinha reivindicado, mas a partir de agora eu vou reivindicar a PT o direito de me colocar como candidato para a candidatura”, disse Lula, que até agora tinha expressado seu desejo de apresentar o eleições do próximo ano, mas nunca de forma tão contundente.

Lula foi condenado na quarta-feira os primeiros nove anos e seis meses de prisão pelo juiz distrital Sergio Moro como uma questão de corrupção associados à rede que operava no estado Petrobras, mas a sentença ainda não é final e deve ser ratificado por um tribunal superior.

“Se alguém pensa que isso me afastar do jogo (político) pode saber que eu estou no jogo”, disse Lula em sua primeira declaração pública após a condenação.

Lula aparece atualmente como o líder mais valorizado nas pesquisas, apesar dos muitos escândalos de corrupção em torno dele por seu suposto envolvimento na trama gigantesca corrupto que operava no estado Petrobras. Vale lembrar que todas estas pesquisas são financiadas pelo Partido dos Trabalhadores, por isso tais resultados nem sempre são fiéis à realidade.

A sentença foi proferida em primeira instância, pelo juiz federal Sergio Moro, responsável pelo caso Lava-Jato que já prendeu diversos dirigentes de alto escalão como políticos e empresários, pode ser revertida por um tribunal superior.

Só se a segunda instância ratificar esse julgamento, Lula perderia seus direitos políticos e, portanto, não pode ser um candidato para as eleições presidenciais de 2018.

Rodeado por dirigentes e militantes do PT, o condenado criticou o Poder Judiciário e imprensa nacional por suas supostas tentativas de removê-lo da cena política e uma declaração de que era “político”.

“Que me esperem aqueles que querem o fim do Lula (…) Eu estou pronto para lutar da mesma forma como quando eu tinha 30 anos”, disse ele.

Ele também alertou sua militância “terá um candidato com problemas legais sobre as costas” e prometeu “lutar” com seu próprio partido para “ganhar apoio” e finalmente “lutar nas ruas para convencer a sociedade”, ameaçando autoridades e a justiça de retaliação caso seja de fato preso.

Fonte: EFE

Canadá: alguns estão presos em um incêndio florestal

Enquanto continua a evacuação de pessoas no oeste do Canadá, as redes sociais são preenchidos com gravações que mostram pessoas que escapam incêndios florestais que atingiram a região.

Até agora houve pelo menos 220 surtos de que o desastre natural que causou a evacuação de 14.000 pessoas em British Columbia.

“Meu Deus, queria andar rápido”, disse vídeo de passageiros enviado para o Twitter pelo Rally Aitken. O veículo passa por uma nuvem de fumaça e fogo quase atinge a rota.

“Tivemos esse fogo na noite passada na Highway 20, é assustador. Chamas altas em ambos os lados, fumaça preta, de zero a visibilidade ao longo de 10 quilómetros “, disse Aitken.

Cerca de 1.000 bombeiros lutando para parar o desastre e outros 300 foram para outras regiões do Canadá para ajudar, relata CBC.

A situação pode piorar por causa da intensificação dos ventos. (Fonte: RT)

Petroleira americana firma acordo com o governo da Venezuela

O governo do presidente Nicolás Maduro sexta-feira assinado um acordo de petróleo com a empresa americana perfurações poço horizontal.

O acordo é um memorando de entendimento para o estabelecimento de uma joint venture que irá permitir aumentar a produção de petróleo na Venezuela. contratante US especializada em poços de perfuração horizontal.

O escopo da aliança, disse o ministro do Petróleo, Nelson Martínez, permitem a constituição da empresa Petroindependencia com um investimento inicial de 200 milhões de dólares. Em três anos, o projeto terá uma injeção de 1.300 milhões de dólares para perfurar 200 novos poços e produção de 105.000 barris de petróleo.

“Estamos muito satisfeitos por trabalhar com você, para contribuir para a Venezuela de se tornar um dos maiores produtores do mundo”, disse o presidente da empresa norte-americana, Todd Swanson, que destacou o fato de que o país caribenho tem reserva de petróleo maior do mundo.
Trump chamada

“Congratulo-me com esta parceria com a capital dos Estados Unidos (…) empresa há razões para não vir a investir na Venezuela. Estamos prontos para expandir os horizontes de todos os investimentos “, disse o presidente da Venezuela, Nicolás Maduro de sua parte.

O chefe de Estado destacou grandes investimentos na Venezuela com países como a Rússia, China e Índia porque o país “as regras são claras”. “Diga a todos nos EUA que estão dispostos a bons negócios e boas parcerias “, acrescentou.

Maduro não perca a oportunidade de fazer uma chamada para o diálogo pelo presidente dos EUA Donald Trump para melhorar as relações entre Caracas e Washington.

“Quero ter boas relações com o presidente Donald Trump, apesar das divergências (…) Espero que as comportas são abertas, mais cedo do que tarde, a uma relação de respeito, de alta. I vai empurrá-lo para lá e farei toda a minha EFORÇO “, disse ele em meio à atividade cerimonial. (Fonte: RT)